INGOVERNÁVEL

Data de publicação: 2019-06-05 13:10:11    Categoria: COLUNISTAS

Mais uma semana nebulosa em que o Parlamento Lageano decide aumentar seu próprio salário e autorizar que o Poder Executivo Municipal se atole ainda mais em dívidas. Ou seja, faz exatamente aquilo que a população não quer.

Contrariando os anseios populares, a noite de ontem foi palco de mais um show de horrores. Primeiro, por 10 a 5 vereadores, comissionados e efetivos da Câmara passaram a ter 3,43% a mais na folha no próximo mês. Com meu voto contrário.

Depois, por incriáveis 13 a 2, o Legislativo que já havia aprovado ano passado o empréstimo de 50 milhões para o asfaltamento de ruas, aprovou mais um financiamento de 5 milhões para a compra de maquinário. Também com meu voto contrário.

Na defesa, teve vereadora que na legislatura passada foi contra um projeto idêntico, mas que agora é favorável porque diz que mudou de ideia. Segundo ela, quem fosse contra a lei estaria indo contra Lages e torcendo pro touro. Tempos atrás disse também que até na Lua tem buraco.

Na liderança do governo, Jean Pierre meio confuso com as palavras e torcendo para o Samuel não voltar e tomar sua vaga, defendeu o empréstimo como se titular da cadeira fosse. Chega a dar uma vergonha alheia.

Pedro Figueiredo que ora cobra da Prefeitura, ora defende, voltou ao plenário para dar nota 10 ao prefeito. Defendeu a gestão como nunca. Até parece que conseguiu colocar mais uns indicados para trabalharem no Executivo, como também tem vários na Câmara. Eleição está chegando e o povo da região sul está vendo. 

Como não é novidade em Sucupira da Serra, como um trator foi aprovado tudo que o Executivo mandou para a Casa do Povo. Agora é só Ceron e Juliano torrarem os pila.

Enquanto isso, não é possível unificar os estatutos, não se pode colocar todas as crianças na educação básica, não se consegue zerar as filas de exames e cirurgias e nem sequer pagar a APAE em dia. 

A Prefeitura infelizmente é uma bomba atolada em dívidas e quase ingovernável. E o pior de tudo é que o argumento que eles usam sempre é a “experiência”. Falta responsabilidade com a coisa pública. 

TAGS:

VÍDEO

COLUNISTA

Jair Júnior

Vereador e Advogado, comprometido com as causas da sociedade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

COMENTÁRIOS