OPERAÇÃO ENTREVERO

Data de publicação: 2019-05-31 08:00:36    Categoria: COLUNISTAS

O bom de você não ter o rabo preso é o fato de poder falar a verdade para secretários municipais e representantes de empresas que fazem a Festa do Pinhão. Como é bom não dever favores(!).

Ontem teve audiência pública na Câmara de Vereadores e bravos comerciantes se manifestaram com uma só voz: a Festa do Pinhão não é feita para o lageano. Nem mesmo para que pessoas da cidade trabalhem lá dentro. 

Parecendo estar bem alinhado com a fala da gestão, afinal agiu de forma bem arrogante, o representante de uma das empresas disse em alto e bom som que se o lageano não está satisfeito com a festa que monte uma empresa e ganhe a licitação. Pela prepotência tem os requisitos para ser até secretário aqui em Sucupira da Serra.

Os empresários que já estiveram envolvidos na Operação Entrevero (https://mpsc.mp.br/busca-de-noticias/operacao-entrevero-mpsc-requer-suspensao-de-licitacao-e-contrato-da-festa-do-pinhao) usaram seus momentos de fala para ofender o povo da cidade e dizer que “tá pouco” a Prefeitura investir 1 milhão de reais por ano na festa licitada. Para um deles, o município deveria ainda dar mais dinheiro para a empresa, além de pagar o local, segurança, taxa de policiamento, infraestutura, divulgação, etc. Cômico.

Na festa privada em que o poder público banca tudo, não sobra espaço para a cultura local. O contrato é descumprido por parte da empresa e está tudo normal. Até parece que está combinado entre partes.

Ao final, o cidadão dono da empresa não gostou de eu citar a “Operação Entrevero” e quis tirar satisfação, de forma exaltada e buscando entrar em luta corporal. Lamentavelmente os seguranças da Câmara tiveram que segurar o esquentadinho.

O mais engraçado disso tudo é depois vários homens públicos, ou não, defendendo a empresa e esse modelo de Parceria-Público-Privada desleal, por interesse ou conivência com a balbúrdia.

Se você, leitor, tiver um tempinho, vai na página do Facebook da Câmara de Vereadores e assista a Audiência Publica da Festa do Pinhão realizada ontem. Se alguém depois de ouvir o relato de comerciantes expondo o que realmente acontece na festa e não se solidarizar, das duas uma: ou não gosta de Lages e dos lageanos, ou tem interesse nessa zona.

Queremos nossa festa de volta. 

 

TAGS:

VÍDEO

COLUNISTA

Jair Júnior

Vereador e Advogado, comprometido com as causas da sociedade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

COMENTÁRIOS