SR. ÓBVIO

Data de publicação: 2019-05-23 00:19:40    Categoria: COLUNISTAS

A semana de Sucupira da Serra está passando como tem passado a gestão municipal desde o início do mandato: muita mentira, muita desculpa e pouca solução. Segue tudo normal.

O meu colega Sr. Óbvio, Lucas Neves, foi na tribuna dizer aquilo que todo mundo já sabia: o financiamento de 50 milhões não vai ser investido somente em asfaltamento de ruas. Embora eu não tenha sido enganado e tenha avisado tanto os vereadores como toda a população que isso iria acontecer, agora conforme o esperado foi anunciado na imprensa que parte da bolada irresponsável será usada para entupir o rombo da Ponte Grande. Tudo contrário à lei, mentindo no Parlamento e justificando o injustificável.

A novidade da vez é que o prefeito resolveu ouvir a Rádio Clube pela manhã e ainda ligar para, de forma casca grossa, defender o indefensável, no primeiro encontro Daniel Goulart e Antônio Ceron após a briga que rodou o mundo da internet. Na ocasião, o prefeito disse que havia em outras oportunidades testado e confirmado que a Clube só colocava no ar quando alguém ia atacar a Administração, e não deixava ninguém defender. Provavelmente o prefeito teve que mentir para conseguir falar ao vivo ontem, já que não ia atacar. Alguém por favor manda a “oi” cortar a conta do gabinete antes que algo pior aconteça. 

Outra novidade paroquiana foi o que o outro Sr. Óbvio (no caso eu) falou na tribuna sagrada e imunizadora do Plenário Nereu Ramos: a Prefeitura tem tanto nepotismo que parece uma árvore genealógica. Tem parente de secretário, de superintendente, de ex-governador e (claro) do vice-prefeito. Os 351 cargos ocupados estão bem distribuídos de forma que contemple cabos eleitorais e seus familiares que elegeram a supergestão que aí está.

Não deu nem para um Taffarel levantar da sua cadeira e tentar justificar. Não cabe nem mesmo nota fake news para dizer que ou eu to mentindo ou coletiva com a imprensa. O jeito é ficar quieto e esperar o próximo salário.

Meu desejo é que uma luz ilumine a procuradoria geral do município e oriente que existe uma coisa chamada lei e que essa coisa tem que ser respeitada. Não está mais dando pra denunciar toda sessão um fato novo. Pelo menos se esforcem para eu ter que preocupar bem.

TAGS:

VÍDEO

COLUNISTA

Jair Júnior

Vereador e Advogado, comprometido com as causas da sociedade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

COMENTÁRIOS