CORDIALIDADE

Data de publicação: 2019-05-16 06:23:02    Categoria: COLUNISTAS

Prefeitura de Sucupira da Serra faz de tudo para conseguir superar a Prefeitura de Sucupira da novela “O Bem Amado”. Sempre tem pauta para fiscalização.
Falei na sessão de ontem sobre o terreno da Sinotruck que algumas pessoas estão “cuidando”, criando gado e morando, tudo com a anuência do alto escalão. Os vereadores defensores do indefensável queriam usar até o meu tempo para justificar a ilegalidade. Mas para quem defende interesses obscuros que não são os coletivos, nem mesmo o tempo de fala que o povo me deu no voto eu empresto. 
A sessão acabou e semana que vem os governistas voltam para passar vergonha na rede mundial de internet. Vamos aguardar para ver qual desculpa será dada. Espero que não seja a mesma de sempre (que a culpa é da gestão passada) porque essa está velha. 
Fiz também um pedido de informação solicitando o nome das pessoas que passaram por procedimentos de hemodiálise nas duas clínicas conveniadas pela Prefeitura. E para espanto geral da nação, várias pessoas estão constando como ativas nas duas clínicas. Ou seja: a mesma pessoa fazendo o mesmo procedimento, no mesmo horário e dia, em dois locais diferentes. A prefeitura paga por isso. Nem preciso falar o que estou pensando que está acontecendo (não afirmei nada, só supus). 
Estive na Rádio Clube, com o jornalista Daniel Goulart, ontem relatando sobre o assunto, e o Diretor da Secretaria de Saúde Claiton Camargo, que nem parece que é membro dessa gestão (e muito menos que está numa secretaria do PP), de forma muito cordial disse que o papel do vereador era realmente esse, questionar, e que vai encaminhar os comprovantes de repasses às clínicas para provar que não houve duplicidade no pagamento. Fiz um novo pedido de informação e vamos aguardar a resposta. 
Aguardaremos e se acaso não for confirmada a ilegalidade, tudo fica como está. Se tiver pagamento duplicado ou outro fato irregular, todos têm que saber. Pena que nem todos pensam dessa forma. Alguns não querem ser cobrados, porque se acham acima da lei.

TAGS:

VÍDEO

COLUNISTA

Jair Júnior

Vereador e Advogado, comprometido com as causas da sociedade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

COMENTÁRIOS